Pular para o conteúdo

Produtividade da pecuária de corte brasileira cresce 41%, revela Rally da Pecuária • Portal DBO

Patrocinadores

Em 2011, na primeira edição da expedição, a produtividade verificada em campo pelos técnicos do Rally Pecuário foi de 6,88 arrobas por hectare/ano, enquanto em todo o Brasil foi de 3,38 arrobas por hectare/ano. Ao fechar os números de 2023, a produtividade entre os envolvidos no Rally chegou a 12,88 arrobas por hectare/ano e, no país, a 4,77@/ha/ano (+41%).

Ou seja, entre os pecuaristas mais técnicos consultados para o evento realizado pela Athenagro, a produtividade cresceu 87,2% em 12 anos.

Nos últimos 12 meses, esse índice é de 5,4%, considerando o ciclo completo, desde a geração do bezerro até a terminação. No Brasil como um todo, esse índice cai para 2,9%.

Patrocinadores

portaldbo rally1

Esses e outros números foram divulgados nesta terça-feira, 11, em evento on-line. Maurício Palma Nogueira, diretor da Athenagro, enfatizou que o levantamento de 2023 mostrou que “pecuaristas que operam com maiores níveis de produtividade conseguem obter maior rendimento por hectare”.

Nogueira fez questão de reforçar que “quando esses números são apresentados, muitas vezes se questiona se essa concentração se deve ao tamanho dos maiores produtores entrevistados durante o Rally”. Mas a resposta é que esse público, cerca de 18% dos produtores, ocupa apenas 8,5% da área disponível para produção.

Mas ele entende que com “20% do rebanho brasileiro operando de forma praticamente extrativista e imprevisível do ponto de vista comercial, o desafio no planejamento de políticas públicas e privadas acaba sendo maior, considerando o risco que a movimentação desse rebanho pode trazer para o mercado”.

Patrocinadores

É o caso do controle de fornecedores indiretos, tema discutido em todas as esferas relacionadas à produção de carne bovina. Devido ao formato proposto para o controle, os animais provenientes desses sistemas podem acabar contaminando a movimentação de propriedades que primam pela regularidade, conforme exigido.

portaldbo rally2

Pastagens e sustentabilidade – Outro possível impacto que pode ser explicado a partir desse perfil é o aumento da oferta em determinados horários, impactando negativamente os preços em proporções maiores do que o esperado. Nogueira destacou que o maior impedimento para uma melhor avaliação e interferência dos números ainda é o nível de degradação das pastagens.

Para ele, é melhor recuperá-los do que reformá-los. “A reforma demanda um grande número de operações, como revirar o solo e gradagem, e mais horas de trabalho, aumentando a emissão de carbono pela queima da matéria orgânica. A melhor estratégia é a integração com a lavoura”. Isso toca na questão da sustentabilidade, incluindo a otimização até mesmo dos recursos financeiros.

Patrocinadores

VEJA TAMBÉM | Mapa vai estruturar projeto para buscar recursos para programas de recuperação de pastagens

Bruno Benatti, gerente de produto da Mosaic Fertilizantes, também destacou que as pastagens ainda são um grande gargalo para a pecuária de corte, por isso a “esforço da empresa em levar conhecimento aos produtores e técnicas como soluções para a produção”. Ele ainda se lembra disso “existem linhas de crédito muito acessíveis” para mudar este quadro.

Outro executivo atento ao obstáculo é Guilherme Moraes, Gerente Regional de Marketing de Cultura de Pastagens da IHARA. Ele ressalta que além de cuidar do solo em seus aspectos físicos, químicos e orgânicos, “é preciso garantir a sanidade do pasto contra pragas, doenças e plantas invasoras, o que só ocorre com o uso de boas tecnologias”.

portaldbo rally3

O desafio do ciclo descendente – Este Rali da Pecuária 2022/23 termina num momento de pessimismo em relação aos preços praticados na atividade. As cotações médias nacionais do boi gordo estão 19,5% abaixo das praticadas no mesmo período de 2022. “Só não é pior porque há queda nos preços de insumos como fertilizantes e concentrados”.

Patrocinadores

Além disso, as exportações de carne bovina estão abaixo das expectativas. No acumulado de janeiro a junho, o volume que saiu do país foi 3,75% menor que o mesmo período do ano anterior. Para piorar, o faturamento caiu 21,4% na mesma comparação. Mas Nogueira entende que a pecuária brasileira deve “desfrutar de bons momentos no futuro”.

OUVIR 🎧 | Seis alvos de atenção para sobreviver ao ciclo de baixa pecuária

“Se o Brasil ocupasse a atual área de 158 milhões de hectares com o nível tecnológico praticado pelos 15% mais produtivos que responderam ao questionário do ‘Rally da Pecuária’ nas últimas quatro edições, o País seria responsável pelo total de carne bovina produzida em todo o mundo”reforça o diretor da Athenagro.

Um rali com maior alcance – Nesta 11. , nutrição e terminação, reprodução e estratégias de saúde.

Infraestrutura e adequação também foram dimensionadas por tomada de crédito e capacidade de investimento. Os técnicos levaram informações aos produtores e técnicos de campo. Foram 14 eventos e oficinas regionais atingindo um público total de 800 profissionais e produtores da pecuária, além de diversos técnicos da cadeia produtiva, ampliando a abrangência da expedição.

Fonte: Portal DBO

Patrocinadores
Autor