Pular para o conteúdo

Novo centro promove Cavalo Lusitano

Patrocinadores

Protocolo de cooperação para a criação de um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano assinado em Redondo

O Município de Redondo, juntamente com a Associação Equestre do Cavalo Lusitano do Alentejo (AECLA) e a SIVO (Sociedade da Várzea da Ourada), anunciaram a assinatura de um protocolo de cooperação.

Este acordo tem como principal objetivo a criação de um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa.

De acordo com a autarquia, as três entidades envolvidas acreditam que o “incremento da criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano contribui inegavelmente para a promoção do desenvolvimento económico, turístico e cultural da Região do Alentejo”.

A cerimônia de assinatura ocorreu no Edifício dos Paços do Concelho e contou com a presença do Presidente da Câmara, David Galego, o Presidente da Direção da AECLA, Dr. Pedro Sousa Vieira, e os Administradores da SIVO, Eng. Henrique Leote Tavares e Dr. Duarte de Mello Guimarães.

Gostou das nossas dicas? Possui alguma outra que gostaria de compartilhar com a gente?

Sumário

1. Contexto da criação do Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano

2. Importância do Cavalo Lusitano para o desenvolvimento económico

2.1 Contribuição para o turismo na Região do Alentejo

2.2 Valorização cultural através do Cavalo Lusitano

3. Assinatura do protocolo de cooperação entre Município de Redondo, AECLA e SIVO

O Município de Redondo, a Associação Equestre do Cavalo Lusitano do Alentejo (AECLA) e a SIVO (Sociedade da Várzea da Ourada) assinaram um protocolo de cooperação que visa a criação de um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa, informou a autarquia.

Patrocinadores

Para as três entidades, o “incremento da criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano contribui inegavelmente para a promoção do desenvolvimento económico, turístico e cultural da Região do Alentejo”.

O protocolo foi assinado no Edifício dos Paços do Concelho, pelo Presidente da Câmara, David Galego, pelo Presidente da Direção da AECLA, Dr. Pedro Sousa Vieira; e pelos Administradores da SIVO, Eng. Henrique Leote Tavares e Dr. Duarte de Mello Guimarães.

O Município de Redondo, a Associação Equestre do Cavalo Lusitano do Alentejo (AECLA) e a SIVO (Sociedade da Várzea da Ourada) estabeleceram uma colaboração essencial para criar um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa. Esta parceria é resultado do reconhecimento de que o aumento da criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano tem um impacto significativo no desenvolvimento econômico, turístico e cultural da Região do Alentejo.

A assinatura do protocolo de cooperação ocorreu no Edifício dos Paços do Concelho e contou com a presença do Presidente da Câmara, David Galego, do Presidente da Direção da AECLA, Dr. Pedro Sousa Vieira, e dos Administradores da SIVO, Eng. Henrique Leote Tavares e Dr. Duarte de Mello Guimarães.

Patrocinadores

A criação deste Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa é uma iniciativa estratégica que visa promover essa raça de cavalo tão valorizada e apreciada em todo o mundo. Através deste centro, os visitantes terão a oportunidade de conhecer a história e as características únicas do Cavalo Lusitano, permitindo assim um maior reconhecimento e valorização dessa raça.

Além disso, o centro contará com instalações modernas e adequadas para a promoção e a realização de eventos relacionados com o Cavalo Lusitano. Serão disponibilizados espaços para exposições, competições, feiras e outras atividades que contribuam para a divulgação e a visibilidade dessa raça.

É importante ressaltar que este centro se tornará um ponto de referência não só para os criadores e os apreciadores do Cavalo Lusitano, mas também para todos os interessados em conhecer mais sobre essa raça maravilhosa. Com uma localização privilegiada na Serra D’Ossa, um local de grande beleza natural, o centro oferecerá uma experiência única e enriquecedora para todos os visitantes.

Além disso, este projeto também contribuirá para o desenvolvimento econômico da região, uma vez que a criação e a promoção do Cavalo Lusitano têm um impacto significativo no setor equestre, no turismo rural e no artesanato, entre outros. Com a criação deste centro, novas oportunidades de negócio e de emprego serão geradas, estimulando assim o crescimento e o desenvolvimento sustentável da região.

Patrocinadores

Por fim, a assinatura deste protocolo de cooperação reforça a importância do trabalho conjunto entre entidades públicas e privadas para o desenvolvimento e o progresso de uma região. A parceria entre o Município, a AECLA e a SIVO é um exemplo claro dessa cooperação e mostra o compromisso mútuo em promover e valorizar o Cavalo Lusitano, contribuindo assim para o fortalecimento e o crescimento da Região do Alentejo como um todo.

Em resumo, a criação do Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa é uma iniciativa estratégica que visa promover e valorizar essa raça de cavalo tão importante para a Região do Alentejo. Com instalações modernas e adequadas, o centro se tornará um ponto de referência para todos os interessados em conhecer mais sobre o Cavalo Lusitano. Além disso, este projeto contribuirá para o desenvolvimento econômico da região, gerando novas oportunidades de negócio e de emprego. A assinatura do protocolo de cooperação entre o Município, a AECLA e a SIVO reforça a importância do trabalho conjunto em prol do desenvolvimento regional.

Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do Jornal Do Campo

A criação de um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa é o objetivo de um protocolo de cooperação assinado pelo Município de Redondo, pela Associação Equestre do Cavalo Lusitano do Alentejo (AECLA) e pela SIVO (Sociedade da Várzea da Ourada). De acordo com a autarquia, as três entidades acreditam que o fortalecimento da criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano contribui para o desenvolvimento económico, turístico e cultural da Região do Alentejo.

Patrocinadores

Este protocolo foi formalizado no Edifício dos Paços do Concelho, com a presença do Presidente da Câmara, David Galego, do Presidente da Direção da AECLA, Dr. Pedro Sousa Vieira, e dos Administradores da SIVO, Eng. Henrique Leote Tavares e Dr. Duarte de Mello Guimarães.

A criação deste Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa é uma iniciativa importante para a região do Alentejo, pois visa fortalecer as atividades relacionadas com esta raça de cavalos, contribuindo para o seu reconhecimento e valorização tanto a nível nacional como internacional. Além disso, também trará benefícios para a economia local, através do desenvolvimento do turismo e da criação de empregos relacionados com o setor equestre.

H2: Por que foi assinado um protocolo de cooperação para criar um Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa?
Resposta: O protocolo de cooperação foi assinado com o objetivo de fortalecer a criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano, contribuindo para o desenvolvimento económico, turístico e cultural da Região do Alentejo.

H3: Quem assinou o protocolo?
Resposta: O protocolo foi assinado pelo Município de Redondo, pela Associação Equestre do Cavalo Lusitano do Alentejo (AECLA) e pela SIVO (Sociedade da Várzea da Ourada).

Patrocinadores

H4: Onde o protocolo foi assinado?
Resposta: O protocolo foi assinado no Edifício dos Paços do Concelho.

H3: Quais são os benefícios esperados com a criação do Centro de Promoção e Valorização do Cavalo Lusitano na Serra D’Ossa?
Resposta: Espera-se fortalecer as atividades relacionadas com o Cavalo Lusitano, contribuindo para o seu reconhecimento e valorização, tanto a nível nacional como internacional. Além disso, também se espera promover o desenvolvimento do turismo e a criação de empregos relacionados com o setor equestre.

H4: Como o centro irá contribuir para o desenvolvimento económico, turístico e cultural da Região do Alentejo?
Resposta: Através do fortalecimento da criação, divulgação e exportação do Cavalo Lusitano, o centro irá atrair visitantes interessados na raça, impulsionando o turismo e gerando renda para a região. Além disso, a promoção do Cavalo Lusitano também contribui para a preservação da cultura e da tradição equestre da região.

Verifique a Fonte Aqui

Patrocinadores
Autor